Apresentação

Os conceitos de inovação e originalidade estão presentes no discurso do Design, praticamente, a todo o momento. No entanto, existe uma linha que os divide, ou, é possível entender um conceito sem o outro? Num momento em que os artefatos são cada vez mais parecidos e a indústria despeja todos os anos uma infinidade de produtos que são pequenas modificações do modelo anterior, ainda é possível pensar em inovação e originalidade no Design?

Colóquio é o intercâmbio de pensamentos visando esclarecimentos, iluminação. A proposta é tirar do obscurantismo questões que são latentes no Design, mas que, dificilmente vêm à tona. Nesta quarta edição, pretendemos discutir como a criação e difusão de novas metodologias e artefatos que visam propor melhorias nos processos de transformação de nossa sociedade, podem ou não constituir processos inovadores, que nem sempre são originais, buscando entender se o caminho inverso ainda é possível em tempos de globalização.

A exigência do novo e a velocidade de descarte refletem-se não apenas nos objetos, mas nas relações sociais. No entanto, na contramão do movimento imediatista, começam a surgir outras tendências que propõem justamente a lógica inversa: a valorização do tempo, do desfrute e a volta de antigas tradições e também de resgate das tradições nos objetos. Por isso o tema desta edição: existe uma fronteira entre a inovação e a originalidade no Design? Outros caminhos são possíveis?

Assim, a proposta da quarta edição com o tema “Design: entre a inovação e a originalidade”, é discutir uma epistemologia do design que contemple a interdisciplinaridade, abrindo espaço para além das fronteiras do nosso país, consagrando nesta edição uma parceria com a Universidad de Palermo, de Buenos Aires, possibilitando o encontro de outras vivências, fazendo com que a experiência do design se configure em reflexões que abordem os mais diversos prismas e que permitam novos e instigantes olhares sobre o design.


Eixos temáticos:

 

o Tecnologias, materiais e processos no design

Se dedica aos estudos voltados para o emprego de materiais e suas intercessões com o design, bem como seus respectivos processos produtivos, perpassando novas tecnologias, desenvolvimento de materiais, análise de seus empregos específicos em projetos, sua relação com os sentidos e significados.

o Design e ensino

Direcionado às práticas pedagógicas e suas relações com o design em suas diversas áreas e subáreas, este eixo temático está aberto a trabalhos de pesquisa diretamente relacionados ao ensino. Trabalhos esses que tenham o design como ferramenta no processo de aprendizagem, como metodologia, abordagem pedagógica ou como forma de pensamento relacionada à construção de conhecimento em qualquer nível.

o Design e práticas de consumo

Dedicado aos estudos relativos ao consumo em suas diversas práticas, tais como comportamentos sociais distintivos, novas formas de se relacionar com o consumo, desmaterialização, identidades, desenvolvimento econômico e tantas outras temáticas relacionadas, fortemente permeadas pelo design.

o Design para a cidadania

Este eixo temático se constitui como espaço para discussões e trabalhos relativos ao impacto social promovido pelo design em seu amplo alcance, passando por estudos advindos de projetos voltados para o melhoramento socioeconônimico de determinado grupo ou local, ações de design como ferramenta de intervenção social e discussões acerca das diversas relações entre design e cidadania.

o Epistemologia do design

Tal eixo temático se dedica a trabalhos voltados para as diversas teorias e métodos do design e suas discussões, passando por novos papeis do design, abordagens possíveis, interações contextuais, limites e intercessões com outros campos, bem como estudos e ensaios voltados para a própria constituição de tal área do conhecimento humano, sua natureza e cultura.


Realização:

Grupo de Pesquisa Design e Representações Sociais
Programa de Pós-Graduação em Design – PPGD/UEMG
Universidade do Estado de Minas Gerais
Universidad de Palermo
SEBRAE/MG

Apoio:

FAPEMIG
CAPES
CNPq
Greco Design

Organização:

RITA APARECIDA DA CONCEIÇÃO RIBEIRO

ANDERSON ANTONIO HORTA

SERGIO ANTÔNIO SILVA

CAMILO DE LÉLIS BELCHIOR

SERGIO LUCIANO DA SILVA

ORLANDO GAMA DA SILVA JUNIOR

MICHELLE DE ALVARENGA PINTO COTRIM

CLARA SANTANA LINS CERQUEIRA

ANA PAULA DE SOUSA NASTA

LUCIANA GUIZAN AURELIANO

MARIA REGINA ÁLVARES CORREIA DIAS

ELISANGELA BATISTA DA SILVA

FELIPE DOMINGUES

Comitê Científico

ANDERSON ANTONIO HORTA – UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS

CELSO CARNOS SCALETSKY – UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS

EDSON CARPINTERO RESENDE – UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS

FILIPE CAMPELO XAVIER DA COSTA – UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS

GLAUCINEI RODRIGUES CORREA – UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS

GUILHERME CORREA MEYER – UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS

ISABELLA VICENTE PERROTTA – ESCOLA SUPERIOR DE PROPAGANDA E MARKETING DO RIO DE JANEIRO

JOAO EDUARDO CHAGAS SOBRAL – UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE

JOSE GUILHERME DA SILVA SANTA ROSA – UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE

LEANDRO MILETTO TONETTO – UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS

MARIA REGINA ALVARES CORREIA DIAS – UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS

MARÍA VERÓNICA BARZOLA – UNIVERSIDAD DE PALERMO

RITA APARECIDA DA CONCEICAO RIBEIRO – UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS

RITA DE CASTRO ENGLER – UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS

ROSANE FONSECA DE FREITAS MARTINS – UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA

ROSEMARY BOM CONSELHO SALES – UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS

SERGIO ANTONIO SILVA – UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS